29/11/2019

Frutas cristalizadas, secas ou desidratadas… qual é a diferença?

Você já deve ter se deparado com frutas embaladas ou enlatadas em diversos momentos da sua vida. Muito utilizadas em panetones e outras iguarias de natal, em sobremesas alternativas ou em sua forma pura, elas são cada vez mais consumidas no mundo inteiro.

Práticas e muito saborosas, as frutas embaladas costumam também conservar as fibras, vitaminas e minerais da versão in natura. E o melhor: existem diversas versões e métodos de armazenamento, para agradar a todos os gostos.

Mas você sabe qual diferença entre esses processos de transformação das frutas? Sabe o que muda entre as frutas secas, desidratadas, cristalizadas, glaceadas ou em calda? Se não faz ideia, sem problemas! Afinal, essa é uma dúvida bem comum.

Então, para esclarecer o assunto de uma vez por todas, separamos as principais características de cada processo. Confira:

Frutas desidratadas

Manga Belnatur

As frutas desidratadas passam por uma processo de secagem por calor para adquirir a consistência e sabor que tem. Esse processo mantém os nutrientes do pomo, pois as altas temperaturas fazem apenas evaporar a água ali presente.

Elas ficam um pouco menos secas que as versões liofilizadas e ainda possibilitam um alto período de armazenamento. São fáceis de consumir, leves e não necessitam da adição de açúcar.

Frutas secas (liofilizadas)

Maçã seca

A liofilização é um processo de secagem a baixa temperatura. O alimento congelado é submetido a uma queda brusca de pressão, que possibilita que a água ali presente passe do estado sólido diretamente para o gasoso, sem passar pelo líquido.

Nesse método, as frutas secam completamente e ficam bem fibrosas, com aquele aspecto de “chips”. O gosto se altera em relação à fruta original, mas a textura costuma agradar aos apaixonados pelas frutas liofilizadas.

Frutas cristalizadas

Mix de frutas cristalizadas

No processo de cristalização, a água da fruta é substituída por um xarope de açúcar. Isso permite a cristalização do alimento e dá a ele sua característica doçura. Por isso, costumam ser muito utilizadas em receitas e iguarias para as festas de final de ano.

Por contar com muito açúcar no processo de produção, essas frutas são altamente calóricas e devem ser consumidas com moderação.

Frutas glaceadas

Abacaxi glaceado

As frutas glaceadas passam por um processo muito semelhante à cristalização, porém são recobertas por uma camada espessa de açúcar ao final da produção. Isso lhes dá uma característica esbranquiçada e uma doçura acentuada.

Assim como as cristalizadas, devem ser consumidas com bastante moderação.

Frutas em calda

Pêssego em calda

As frutas em calda passam por um processo prévio de cozimento e depois são armazenadas em compotas esterilizadas ou latas. São fáceis de encontrar e muito tradicionais na mesa de diversas famílias ao redor do Brasil.

Famosas por seu sabor, são sobremesas que costumam agradar a todos. Porém, essa forma de armazenamento leva muito açúcar em sua composição, então deve ser evitada por diabéticos e sempre consumido com muita moderação.

E então? Já tinha parado para pensar sobre isso?

Agora você já sabe quais as características de cada tipo de fruta e como utilizá-las no seu dia a dia, aproveitando o melhor de cada. Se gostou desse conteúdo, siga-nos nas redes sociais.

Aproveite também para conferir a nossa loja virtual. A Belnatur oferece uma variedade de frutas desidratadas para você experimentar.